carregando

Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns segundos...

 

Mais Além do Meu Olhar

Para usar as funcionalidades você precisa estar logado(a). Clique aqui para logar
Erro ao processar sua requisição, tente novamente em alguns minutos.
Mais Além do Meu Olhar

Livro Ruim - 1 comentário

  • Leram
    2
  • Vão ler
    4
  • Abandonaram
    0
  • Recomendam
    1

Autor: Irene Pacheco Machado

Editora: Recanto

Assunto: Espiritismo

Traduzido por: Livro Editado em Português do Brasil

Páginas: 256

Ano de edição: 2001

Peso: 325 g

Avalie e comente
  • lido
  • lendo
  • re-lendo
  • recomendar

 

Ruim
Marcio Mafra
31/10/2004 às 19:19
Brasília - DF

Mais Além do Meu Olhar é um belo titulo para um livro desconjuntado, sem rumo. Característica particular dos livros espíritas: produção generosa sem nenhum cuidado. Nem de estilo, técnica, tema ou escolas, mesmo porque não cabe qualquer preocupação ou cuidado por parte do autor, que sempre alegará ser apenas o veículo do espírito. Irene Pacheco escreve, mas o faz em nome de Luiz Sérgio, que do além túmulo, lhe dita o livro. Resultado dessa literaturial: obras ruins, falsas erudições, construções bobas e recheadas de emoções rasteiras, pobres e de gosto duvidoso.


Marcio Mafra
18/01/2013 às 19:17
Brasília - DF

Doutrinação espírita, através da evangelização infanto-juvenil: familia, drogas, gravidez precoce e outros temas.

Marcio Mafra
18/01/2013 às 19:17
Brasília - DF

Ainda permanecemos urn born tempo ali. Como a palestrante tinha razao! A semente, no solo adubado, transforma-se. Vamos conhecer a Doutrina, para nos tornarmos bons espíritas. Lilian segurou-me o braço por me julgar triste. Abraçou-me com carinho e retirou-se, nada dizendo. Porém, logo Camélia, como boa psicóloga, aproximou-se e falou: - Luiz Sergio, o valor do homem está na sua força, no modo que ele encontra para enfrentar os fatos que surgem no seu dia-a-dia. Não podemos deixar que nossas emoções embaralhem nossos sentimentos e venhamos a nos desequilibrar. Não podemos nos envolver por aspectos negativos do cotidiano. Podemos não aceitá-los, porem, jogar o cajado no chão e sair correndo demonstra as fraquezas do nosso Espírito. Sempre o admiramos e nos sentimos muito felizes por estar aqui trabalhando ao seu lado. O irmão é um Espírito em tarefa, cujo trabalho é do Cristo; e para Ele que tem de prestar contas. Nem o Cristo conseguiu agradar a todos.


Nenhuma informação foi cadastrada até o momento.

Marcio Mafra
18/01/2013 às 19:17
Brasília - DF

Edite, ao se aposentar como professora, em setembro de 2003, recebeu - durante o tempo das "despedidas" - muitos presentinhos e lembranças carinhosas de seus alunos da Escola Classe 304 Sul. Um deles, deu-lhe este livro, com a seguinte anotação: " A tia Edite, com carinho do seu aluno Alex Luiz.BSB 25.10.2003


 

Receber nossos informativos

Siga-nos:

Baixe nosso aplicativo

Livronautas
Copyright © 2011-2019
Todos os direitos reservados.