carregando

Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns segundos...

 

Manual de Contabilidade das Sociedades por Ações

Para usar as funcionalidades você precisa estar logado(a). Clique aqui para logar
Erro ao processar sua requisição, tente novamente em alguns minutos.
Este livro está disponível
para Doações
Clique aqui
para solicitar
Manual de Contabilidade das Sociedades por Ações

Livro Bom - 1 comentário

  • Leram
    1
  • Vão ler
    1
  • Abandonaram
    0
  • Recomendam
    0

Autor: Sérgio de Ludícibus

Editora: Atlas

Assunto: Contabilidade

Traduzido por: Livro Editado em Português do Brasil

Páginas: 587

Ano de edição: 1978

Peso: 750 g

Avalie e comente
  • lido
  • lendo
  • re-lendo
  • recomendar

 

Bom
Marcio Mafra
25/09/2004 às 18:10
Brasília - DF

Por se tratar de uma manual, não há o que comentar. Os ensinamentos do livro estão completamente defasados em virtude das modificações posteriores a edição da "Nova Lei das Sociedades Anônimas." Serve apenas como marco histórico da modernização das empresas no Brasil, que até recentemente ainda eram regidas por leis editadas na década de 30. No entanto, os conceitos e princípios contábeis não mudaram. Neste livro ainda se aprende sobre disponibilidades, sobre investimentos, contas a pagar e a receber, custos, despesas, patrimônio, ativo imobilizado, passivo exigível entre outras coisas da contabilidade.


Marcio Mafra
18/01/2013 às 19:17
Brasília - DF

Manual de contabilidade, pautado na Lei 6404/76, também conhecida como nova Lei das Sociedades Anônimas. Acrescido da legislação do Imposto de Renda de então e das normas emanadas pela Comissão de Valores Mobiliários.

Marcio Mafra
18/01/2013 às 19:17
Brasília - DF

CONCEITO E CONTEÚDO O item V do artigo 179 da Lei das S.A. define que, no Ativo Diferido, serão classificadas "as aplicações de recursos em despesas que contribuirão para a formação do resultado de mais de um exercício social, inclusive os juros pagos ou creditados aos acionistas durante o período que anteceder o início das operações sociais". O Ativo Diferido faz parte, juntamente com os Investimentos e o Ativo Imobilizado, do Ativo Permanente e não deve ser confundido com as Despesas Pagas Antecipadamente, que são classificadas à parte no Ativo Circulante ou no Realizável a Longo Prazo. Os ativos diferidos caracterizam-se por serem ativos intangíveis, que serão amortizados por apropriação às despesas operacionais, no período de tempo em que estiverem contribuindo para a formação do resultado da empresa. Compreendem despesas incorridas durante período de desenvolvimento, construção e implantação de projetos, anterior ao seu início de operação, aos quais tais despesas estão associadas, bem como as incorridas com pesquisas e desenvolvimento de produtos, com implantação de projetos mais amplos de sistemas e métodos, com reorganização da empresa e outras. Não incluem bens corpóreos, já que estes devem ser classificados no Imobilizado. Representam, muitas vezes, gastos que seriam lançados como despesas operacionais, caso a atividade a que se referem estivesse Já produzindo receitas ou benefícios. É o caso dos gastos incorridos com pessoal administrativo, outras despesas gerais e administrativas, e demais gastos específicos (desde que não sejam parte do Imobilizado), que são necessários ao desenvolvimento de um projeto; pelo fato, entretanto, de os benefícios desse projeto ocorrerem em resultados futuros através da geração de receitas, tais gastos são ativados para amortização futura, para manter o critério de contraposição de receitas e despesas. Diferenciam-se os Ativos Diferidos das Despesas Pagas Antecipadamente porque estas são pagamentos de despesas não incorridas que, de forma direta e objetiva, pertencem a um exercício futuro, enquanto que aqueles são despesas já incorridas e que, pelo benefício futuro que trarão, são normalmente amortizadas em parcelas; além disso, essa apropriação dos Ativos Diferidos é sempre por julgamento e estimativa, e nunca por critérios tão objetivos quanto os das Despesas Antecipadas. O Ativo Diferido deverá ser avaliado pelo custo corrigido monetariamente, deduzido, em conta à parte, pela parcela correspondente à amortização acumulada (também corrigida).


Nenhuma informação foi cadastrada até o momento.

Marcio Mafra
18/01/2013 às 19:17
Brasília - DF

A construtora onde trabalhei, passou de Sociedade por Cotas de Responsabilidade Limitada, com o nome de Conbral Construtora Brasília Ltda., para uma Sociedade Anônima, com o nome de Conbral S/A Construtora Brasília, razão da aquisição deste livro.


 

Receber nossos informativos

Siga-nos:

Baixe nosso aplicativo

Livronautas
Copyright © 2011-2019
Todos os direitos reservados.