carregando

Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns segundos...

 

Discursos Orações e Conferências Volume 1

Para usar as funcionalidades você precisa estar logado(a). Clique aqui para logar
Erro ao processar sua requisição, tente novamente em alguns minutos.
Discursos Orações e Conferências Volume 1

Livro Bom - 1 comentário

  • Leram
    1
  • Vão ler
    0
  • Abandonaram
    0
  • Recomendam
    0

Autor: Rui Barbosa

Editora: Iracema

Assunto: Discurso

Traduzido por: Livro Editado em Português do Brasil

Páginas: 211

Ano de edição: 1966

Peso: 405 g

Avalie e comente
  • lido
  • lendo
  • re-lendo
  • recomendar

 

Bom
Marcio Mafra
02/10/2002 às 13:13
Brasília - DF

Este volume começa com o discurso proferido por Rui Barbosa, intitulado "Adeus a Machado de Assis", por ocasião do sepultamento do fundador da Academia Brasileira de Letras, Depois vem as duas outras fases, citadas no resumo. Mas, não estão no livro nenhum dos dois discursos mais citados do autor: o "Águia de Haia" e a "Oração aos Moços". Os demais são "obras-primas, de sabor clássico, da língua portuguesa falada no Brasil e que contribuirão para que se aprimore a linguagem". Mesmo assim não se trata de uma leitura agradável. Não há como atribuir qualquer conceito, como se fora uma nota, à quem é considerado como um dos pais do vernáculo. É excelente no vernáculo, mas, como leitura não é das mais agradáveis.


Marcio Mafra
18/01/2013 às 19:17
Brasília - DF

Livro com os longos discursos de Rui Barbosa sobre duas grandes vertentes:
1) A Imprensa e o dever da verdade, abordando 30 assuntos relacionados.
2) A Revogação da Neutralidade do Brasil, constando de 29 discursos relativos a 2ª Guerra Mundial.

Marcio Mafra
18/01/2013 às 19:17
Brasília - DF

A Revogação da Neutralidade do Brasil. Sr. Presidente, Peço licença ao Senado para começar retificando a notícia dada por alguns jornais de que ontem promovi, nesta Casa, o adiamento da discussão dêste projeto. Não é exata a versão do que se passou. O que eu não aceitei e procurei evitar, foi a urgência que se pretendia requerer para êsse debate. O adiamento quereria dizer que, devendo o projeto entrar regimentalmente em discussão, teria ficado retardado por ação minha. Evitando a urgência, o que eu quis foi, exatamente, que não se saísse da ordem regimental para apressar, sem necessidade, a discussão do projeto. Fi-lo, Sr. Presidente, exatamente pelo interêsse que me inspira êsse assunto, no qual, me parece que ninguém se considerará mais seriamente empenhado do que eu. Exatamente, pelo interêsse com que acompanho a solução dêste problema, desejava eu que se êle chegasse ao seu têrmo sem que as nossas deliberações diminuíssem na gravidade que devem conservar sempre, mormente quando se tem de resolver assunto da maior relevância ao país e à humanidade. Não creio que nunca em nossa história parlamentar as Câmaras brasileiras envolvessem a sua responsabilidade em uma resolução de conseqüências mais amplas e mais graves para o futuro do país; e por isso, Sr. Presidente, entendia eu que no cumprimento de um dever de tanta seriedade não precipitássemos o nosso voto. Eis, Sr. Presidente, os motivos por que ontem solicitei de V. Ex.a o acôrdo, que agradeço, em que esta matéria não fôsse dada para deliberação ontem mesmo, quando eu não poderia discuti-la por não ter presentes, desprevenido como me achava, os elementos necessários ao discurso que me considerava obrigado a fazer. Não é por meu gôsto, Srs. Senadores, nem por nenhum prazer de vaidade ou interêsse, que ocupo nesta matéria a tribuna. Faço-o com sacrifício, fatigado e indisposto, cedendo à pressão de deveres inevitáveis, além do compromisso, que até para com o chefe do Estado tomei, de intervir no debate com a minha palavra.


Nenhuma informação foi cadastrada até o momento.

Marcio Mafra
18/01/2013 às 19:17
Brasília - DF

Rui Barbosa sempre foi citado como exímio advogado, jornalista, escritor, político e orador, razão porque adquiri uma pequena coleção de 7 volumes de obras do autor lá pela segunda metade dos anos 60.


 

Receber nossos informativos

Siga-nos:

Baixe nosso aplicativo

Livronautas
Copyright © 2011-2019
Todos os direitos reservados.