carregando

Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns segundos...

 

Literatura & Linguagem

Para usar as funcionalidades você precisa estar logado(a). Clique aqui para logar
Erro ao processar sua requisição, tente novamente em alguns minutos.
Literatura & Linguagem

Livro Bom - 1 comentário

  • Leram
    1
  • Vão ler
    1
  • Abandonaram
    0
  • Recomendam
    0

Autor: Heitor Megale

Editora: Companhia Editora Nacional

Assunto: Didático

Traduzido por: Livro Editado em Português do Brasil

Páginas: 277

Ano de edição:

Peso: 315 g

Avalie e comente
  • lido
  • lendo
  • re-lendo
  • recomendar

 

Bom
Marcio Mafra
01/09/2002 às 23:53
Brasília - DF

Livro didático que ensina a análise literária, de forma absolutamente didática, com textos de Mário Andrade, Manoel Bandeira e Oswald de Andrade para explicar o Modernismo. Depois, com o texto Memórias Sentimentais de João Miramar, do Oswald de Andrade faz a análise da prosa modernista, ou o romance elíptico. Adiante, com extrato de textos de Jorge de Lima e Correia Junior faz o "estudo de redação " e assim por diante, passando por Danton Trevisan, Autran Dourado, João Cabral de Melo Neto e outras estrelas do firmamento literário nacional. Bom livro. Bons exercícios.


Marcio Mafra
18/01/2013 às 19:17
Brasília - DF

Noções básicas de teoria literária, testada mediante inúmeros exercícios escritos e citações de obras.

Marcio Mafra
18/01/2013 às 19:17
Brasília - DF

O amanuense Belmiro.
Ciro dos Anjos
Belmiro Borba, amanuense, 38 anos de idade, solteiro, timido, vive modestamente a Rua Ere, Belo Horizonte, com suas irmãs, "as velhas" Emilia e Francisquinha, apó a morte do Borba, seu pai. Numa noite de Natal, resolve escrever suas memórias e contar sua história.
"Não sei bem o que me saira das entranhas. Comecei contando o Natal que acabou e falando nos amigos e na parentela. Meu desejo não é, porém, cuidar do presente: gostaria apenas de reviver o pequeno mundo caraibano, que hoje avulta a meus olhos. Minha vida parou e desde muito me volto para o passado, perseguindo imagens fugitivas de um tempo que se foi."
Dominam o presente e preenchem o diario do amanuense Belmiro "as imagens fugitivas de um tempo que se foi": a infancia; Vila Caralbas; o grupo de amigos: Silviano, Redelvim, Glicerio, Florencio, Giovanni; sua paixão por Carmelia, uma jovem da alta roda, identificada à donzela Arabela e trazendo a lembrança à figura de Camila, uma namorada da adolescência.


Nenhuma informação foi cadastrada até o momento.

Marcio Mafra
18/01/2013 às 19:17
Brasília - DF

Pelo nome que consta na primeira página, este livro deve ter pertencido à Fernanda, quando estudava no Colégio Planalto.


 

Receber nossos informativos

Siga-nos:

Baixe nosso aplicativo

Livronautas
Copyright © 2011-2019
Todos os direitos reservados.