carregando

Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns segundos...

 

A Garota Que Eu Quero

Para usar as funcionalidades você precisa estar logado(a). Clique aqui para logar
Erro ao processar sua requisição, tente novamente em alguns minutos.
A Garota Que Eu Quero

Livro Excelente - 1 opinião

  • Leram
    6
  • Vão ler
    46
  • Abandonaram
    0
  • Recomendam
    1

Autor: Markus Zusak

Editora: Intrínseca

Assunto: Outros

Traduzido por: Não Consta Tradutor

Páginas:

Ano de edição: 2014

Avalie e comente
  • lido
  • lendo
  • re-lendo
  • recomendar

 

Excelente
Ana Elisa Spereta Moreira
27/02/2018 às 19:05
Franca - SP
Livro envolvente do inicio ao fim...
A relação entre ser e não ser amado, saber ou não saber como amar e/ou retribuir o amor que tanto se deseja. Uma história marcante entre a descoberta do amor verdadeiro e a realidade da vida. Uma busca pelo se conhecer e conhecer o outro que retrata o fato de amar e ser amado, também a questão de como retribuir o amor que recebemos e/ou achamos que recebemos

Ana Elisa Spereta Moreira
27/02/2018 às 13:38
Franca - SP
O Rube nunca amou nenhuma delas. Nunca se importou com elas. Nem é preciso dizer que Rube e eu não somos muito parecidos em matéria de mulher. Cameron Wolfe é o caçula de três irmãos, e o mais quieto da família. Não é nada parecido com Steve, o irmão mais velho e astro do futebol, nem com Rube, o do meio, cheio de charme e coragem e que a cada semana está com uma garota nova. Cameron daria tudo para se aproximar de uma garota daquelas, para amá-la e tratá-la bem, e gosta especialmente da mais recente namorada de Rube, Octavia, com suas ideias brilhantes e olhos verde-mar. Cameron e Rube sempre foram leais um com o outro, mas isso é colocado à prova quando Cam se apaixona por Octavia. Mas por que alguém como ela se interessaria por um perdedor como ele? Octavia, porém, sabe que Cameron é mais interessante do que pensa. Talvez ele tenha algo a dizer, e talvez suas palavras mudem tudo: as vitórias, os amores, as derrotas, a família Wolfe e até ele mesmo.
Ana Elisa Spereta Moreira
27/02/2018 às 13:38
Franca - SP
"Eu ainda estava magoado, mas como falei, não tinha importância. Eu já havia sido magoado antes e seria magoado outras vezes." "Parado, imaginei-me indo para casa com ela e abrindo a porta para ela. Imaginei com afinco, até que uma dor funda me virou pelo avesso. Fiquei ali. A alma do lado de fora. A carne do lado de dentro."

Nenhuma informação foi cadastrada até o momento.

Ana Elisa Spereta Moreira
27/02/2018 às 13:38
Franca - SP
Comprei em uma feira do livro, pois a história me chamou muito a atenção e acredito que agora outras pessoas possam gostar.

 

Receber nossos informativos

Siga-nos:

Baixe nosso aplicativo

Livronautas
Copyright © 2011-2018
Todos os direitos reservados.