carregando

Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns segundos...

 

Você está aqui Principal / Livros / 1565 Enquanto o Brasil nascia

1565 Enquanto o Brasil nascia

Para usar as funcionalidades você precisa estar logado(a). Clique aqui para logar
Erro ao processar sua requisição, tente novamente em alguns minutos.
1565 Enquanto o Brasil nascia

Livro Ótimo - 1 opinião

  • Leram
    2
  • Lendo
    1
  • Vão ler
    10
  • Relendo
    0
  • Recomendam
    1

Autor: PEDRO DORIA

Editora: Nova Fronteira

Assunto: História

Traduzido por: Livro Editado em Português do Brasil

Páginas: 277

Ano de edição: 2012

comentar
  • lido
  • lendo
  • vou-ler
  • re-lendo
  • recomendar
tenho
trocar
empresto
doar
aceito-doação
favorido
comprar
quero-ganhar

 

Ótimo
Elias Marinho
10/02/2015 às 00:00
Santa Maria - DF
Pedro Dória faz uma descrição muito bem detalhada deste inicio do Brasil, ao qual o reino de Portugal não demonstrava qualquer interesse pelas terras recém descobertas. Com este desinteresse de Portugal, diversas outras nações quiseram por assim dizer tomar posse destas terras que se mostravam extremamente promissoras, a principal destas nações foi a França. Com este cenário, o autor apresenta os diversos homens responsáveis pela tomada destas terras, principalmente os Sá.
O livro é rico em detalhes, deste a constituição da terra, suas paisagens, tão diferente do Rio de Janeiro atual, seus habitantes indígenas dispostos a proteger suas terras dos invasores estrangeiros a todo custo, os primeiros homens a habitar a terra, desde os portugueses e outros europeus com seus interesses, seus costumes e sua relação com aquela nova terra e seus habitantes.
Por muitas vezes cansativamente enriquecido em detalhes, o livro se torna entediante, todavia, necessário para contar uma historia tão rica de detalhes como é a de qualquer país. O autor está de parabéns pela intensa pesquisa certamente feita para escrever um livro que se tornou sucesso de vendas, merecidamente.
Para um leitor como eu, com fome em conhecer como este nosso país foi formado, este livro é um prato cheio e aguça ainda mais a minha curiosidade e sendo assim, o próximo a ser lido e comentado será 1789, também de autoria do mesmo escritor.

Elias Marinho
10/02/2015 às 16:09
Santa Maria - DF
Pedro Dória apresenta os vários personagens e fatos que construíram a história do Rio de Janeiro e consequentemente do Brasil, com destaque para os Sá, responsáveis pela formação desta cidade. Você, leitor, fará uma viagem pelos principais bairros hoje da cidade que no principio não passavam de vegetação a ser explorada e o autor demonstra toda a luta e dificuldade que foi a conquista por parte daqueles corajosos homens que tomaram à força aquela região, frente a valentia dos indígenas locais, isso tudo na maioria das vezes patrocinado por nações estrangeiras que invadiram e tomaram o lugar frente ao desinteresse de Portugal pelo novo mundo descoberto.
Elias Marinho
10/02/2015 às 16:09
Santa Maria - DF
Mas o Rio seria diferente, uma entidade esquizofrênica na colônia portuguesa, impar por descolada de todo o resto. Durante mais de três décadas após o descobrimento, Portugal ignorou o Brasil. Então, dividiu-o em nacos de terra a que chamou capitanias, impôs a hereditariedade de seu comando e distribui-os entre a nobreza. Em 1549 chegou Tomé de Sousa, o primeiro governador-geral. Vinha um pouco como embaixador de sua majestade na colônia, um bocado para governar mesmo – já que a maior parte dos capitães nem sequer viva onde devia capitanear. Mas, à chegada do primeiro governador, não se extinguiram as capitanias. Continuaram lá. A colônia já era nitidamente dividida em dois pela força da historia. Ao sul da Bahia, a bagunça selvagem, ao norte, a crescente industria açucareira. As três capitanias abaixo do Rio – Santo Amaro, Nossa Senhora da Conceição de Itanhaém e São Vicente – eram os lugares onde o reino tinha menor poder e influencia. Das três, apenas São Vicente existia formalmente e todas eram um pouco lá em São Vicente. Ou, no dizer da época, as capitanias de baixo. Por conta desta falta de comando central é que os jesuítas tanto tempo dedicaram à região.

Nenhuma informação foi cadastrada até o momento.

Elias Marinho
10/02/2015 às 16:09
Santa Maria - DF
Nas minhas várias andanças pelo Setor Comercial Sul, ao passar por um sebo de rua, vi este título que é um Best-seller e resolvi arriscar.

 

Para baixar ou visualizar o E-BOOK é necessário logar no site.
Clique aqui! para efetutar seu login.

 

Não tem uma conta?
Clique aqui e crie a sua agora!