carregando

Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns segundos...

 

Você está aqui Principal / Livros / O Criminalista

O Criminalista

Para usar as funcionalidades você precisa estar logado(a). Clique aqui para logar
Erro ao processar sua requisição, tente novamente em alguns minutos.
O Criminalista

Livro Ótimo - 4 opiniões

  • Leram
    2
  • Lendo
    0
  • Vão ler
    9
  • Relendo
    1
  • Recomendam
    0

Autor: Vinicius Bittencourt

Editora: Janc

Assunto: Criminalidade

Traduzido por: Livro Editado em Português do Brasil

Páginas: 185

Ano de edição: 0000

Peso: 230 g

comentar
  • lido
  • lendo
  • vou-ler
  • re-lendo
  • recomendar
tenho
trocar
empresto
doar
aceito-doação
favorido
comprar
quero-ganhar

 


Excelente
F. Mafra
22/08/2014 às 21:53
Brasília - DF
Este é o segundo comentário da leitora, sobre o mesmo livro.
Mas quero dizer de novo que A-M-E-I, livro tudo de bom. Pena que é tão miúdo e da pra ler numa tarde. No final pensei: que pena que acabou!
“ Comecei a pensar nas causas que poderiam ter determinado sua súbita decisão de confessar o crime e seu inacreditável propósito de não se defender da acusação, nem permitir que colega algum o auxiliasse de maneira eficaz. Uma ideia, então, começou a preponderar na minha mente. Teria ele sido dominado por um acesso de loucura?”


Ótimo
F. Mafra
23/07/2014 às 20:10
Brasília - DF
Livro muito bom!
Sagaz, inteligente, narrativa envolvente, o leitor se sente dentro da estória, assim como eu senti.
Talvez seja mais emocionante a estória para quem tem formação jurídica, não sei.
Eu tenho e adorei!


Ótimo
Sebastião Telles
08/07/2014 às 18:28
Brasília - DF
O leitor que folhear este livro na prateleira da livraria não deve pensar que se trata de uma obra para advogados ou iniciados no mundo do direito , mas sim um livro para o leitor inteligente. No meu entendimento este romance deve ser lido por todos aqueles que possuem um bom conhecimento da língua portuguesa e que de uma maneira ou outra se envolvem em processos criminais. Quem sabe valorizar o que é bom na literatura jurídica, vai ler o gostar de ter o “Criminalista” entre seus livros preferidos . Antes de começar a leitura prepare-se, tendo ao lado um completo dicionário e tempo porque você vai ficar envolto pela narrativa, e querer devorar a obra sem interrupção. Florianópolis,23/09/2011.

Ótimo
Marcio Mafra
08/06/2014 às 17:52
Brasília - DF
O Criminalista demonstra, em todos os pormenores, o planejamento e a execução de três homicídios praticados pelo renomado advogado criminalista Jorge Muniz. Explorar a ciência criminal é o sonho de poucos estudantes de Direito, mas conseguir inocentar um réu que cometeu crime muito noticiado pela mídia é desejo de qualquer recém-formado na área, para fazer uma promissora carreira como criminalista. Imbuído "dessa fome" Dr. Nilo, jovem advogado aceita o caso, seguramente o mais desafiador de sua carreira: defender o renomado Jorge Muniz, criminalista famoso e réu confesso do assassinato da própria esposa. Confrontando conceitos como justiça e verdade, moral, ética e direito, o livro conta situações limite, nas quais a lei é utilizada como facilitadora de delitos e viabilizadora das falcatruas e crimes que - simplesmente - não são punidos. Ótimo livro. Excelente leitura.

Marcio Mafra
08/06/2014 às 00:00
Brasília - DF

A história de um crime sem castigo, que assim permanece a despeito da prova testemunhal, do corpo de delito, da propria confissão do criminoso. Um jovem advogado recém formado, apaixonado pelas ciências criminais, nomeado defensor de Jorge Muniz, festejado e aplaudido criminalista acusado de ter assassinado sua esposa sob ao pretexto de dela herdar vultuosa fortuna. 

Marcio Mafra
08/06/2014 às 00:00
Brasília - DF

A mim também isso parecia impossível. Mas, o fato é que a humanidade consumiu milênios para inventar a roda, enquanto hoje, em muitos aparelhos despretenciosos, há rodas que giram dentro de outras rodas.

Depois que li aquele livro assombroso, cujo título deveria ser" A. Caixa de Pandora" e não o que lhe fora atribuído pelo autor, sei que não há limites para a inteligência humana, sobretudo no sentido da destruição, e perdi a minha crença juvenil na invencibilidade da justiça.

O crime, seja de que espécie for, desculpe-me Ruy a pa­ródia irreverente, pode ser consumado com a lei, pela lei, dentro da lei, porque somente se for praticado fora da lei é que para o autor não há salvação. Uma vez achada a fórmula jurídica, tudo se resume ao custo operacional. Mas, felizmente, como esse cus­to é elevado, o crime científico não está ao alcance dos delin­qüentes comuns. É, como tudo o mais, privilégio de ricos.

Estes, não obstante, tudo podem conseguir sem o delito, porque as leis, por eles mesmos inspiradas, abrem largo campo à sua livre atua­ção nos domíniosdo lucro monetário e da realização sexual que, como todos sabem, são as metas principais do crime. Excetua­dos os casos psico-patológicos, só há mesmo, por assim dizer, um delito que o rico necessite praticar, para que nenhuma coisa material escape ao seu domínio. Esse crime é o homlcídio.

Não obstante, como existe esse, que é exatamente o mais grave, sempre achei perigosa a publicação daquele livro, temeroso de que ele venha estimular a prática do homicício im­punível. Se, entretanto, algum dia eu admitir, como acreditava o autor com reação inversa, que o livro possa servir de guia às autoridades policiais e judiciárias na frustração das técnicas mais sofisticadas de matar com a lei, é provável que eu me decida a publicá-Io. Assim procedendo, estarei armando a justiça contra os criminosos mais inatingíveis, e simultaneamente prestando uma última homenagem à genialidade daquele a quem devo o impulso inicial e decisivo, que tanto contribuiu para o meu sucesso na carreira de criminalista.


Nenhuma informação foi cadastrada até o momento.

Marcio Mafra
08/06/2014 às 00:00
Brasília - DF

Sebastião Teles, de Florianópolis, comentou o livro em setembro de 2011. Naquela data inclui o livro na lista de "livros a comprar" o que só vim a fazer em abril de 2014. Valeu a pena a demora.


 

Para baixar ou visualizar o E-BOOK é necessário logar no site.
Clique aqui! para efetutar seu login.

 

Não tem uma conta?
Clique aqui e crie a sua agora!