carregando

Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns segundos...

 

Você está aqui Principal / Livros / Uma Vida Sem Limites

Uma Vida Sem Limites

Para usar as funcionalidades você precisa estar logado(a). Clique aqui para logar
Erro ao processar sua requisição, tente novamente em alguns minutos.
Uma Vida Sem Limites

Livro Bom - 1 opinião

  • Leram
    3
  • Lendo
    0
  • Vão ler
    8
  • Relendo
    0
  • Recomendam
    4

Autor: Nick Vujicic

Editora: Novo Conceito

Assunto: Biografia

Traduzido por: Renato Marques de Oliveira

Páginas: 255

Ano de edição: 2011

comentar
  • lido
  • lendo
  • vou-ler
  • re-lendo
  • recomendar
tenho
trocar
empresto
doar
aceito-doação
favorido
comprar
quero-ganhar

 

Bom
Elias Marinho
19/09/2013 às 21:04
Santa Maria - DF
A começar pelo autor não há como não dizer que ele é um ser humano simplesmente admirável, você se encanta instantemente, pois alguém nascido como ele era para ser rancoroso, mau humorado e maledicente de sua sorte. Porém, Nick escolhe outra opção que é a de não utilizar suas limitações para ser um peso morto. Ele estimula o leitor a valorizar mais suas vidas a partir daquilo que tem e não daquilo que poderia ter. Como é óbvio, Nick se volta para sua crença em Deus de que não foi alguém amaldiçoado pelo Todo Poderoso, más sim alguém escolhido para usar sua limitação para mostrar às pessoas que sempre podemos ser mais do que aquilo que esperam de nós.
O livro é bem escrito consegue prender você, é bem amarrado na continuidade dos fatos, vários fatos interessantes que estimulam você a continuar, outras fatos bem bobinhos daqueles totalmente irrelevantes ao leitor, até porque até mesmo as pessoas mais brilhantes deste mundo também tiveram experiências pacatas e desinteressantes.
A leitura vale a pensa, embora seja uma autobiografia e como sempre nas autobiografias todo mundo é bom moço, o Nick não fugiria à regra você não vai encontrar nenhum fato que o desabone.

Elias Marinho
19/09/2013 às 20:23
Santa Maria - DF
Nick ficou mundialmente conhecido depois de seus vídeos correrem o mundo através da internet, um jovem que nasceu sem braços e pernas e faz coisas inacreditáveis, como nadar, andar de skate. Fazendo palestras por todo o mundo Nick passa uma mensagem de esperança e fé independente de suas limitações.
Elias Marinho
19/09/2013 às 20:23
Santa Maria - DF
Um dia depois da escola, pedi à minha mãe que me pusesse na banheira. pedi que, ao sair, fechasse a porta. Depois enfiei a cabeça debaixo d'água. No silêncio, pensamentos invadiram minha mente. Tinha planejado de antemão o que queria dizer. Se Deus não vai acabar com a minha dor e se não existe propósito para mim nesta vida... Se estou aqui apenas para sentir rejeição e solidão...Sou um fardo para todo mundo e não tenho futuro...Preciso dar um fim a isto agora. Como mencionei anteriormente, quando descrevi meu método de natação, eu conseguia boiar de costas enchendo os pulmões de ar. No momento, calculava qual era a quantidade de ar que devia deixar nos pulmões antes de virar. Devo segurar o ar antes de virar? Respiro fundo, com toda a capacidade dos pulmões, ou apenas metade? Esvazio os pulmões e depois me viro? Por fim, simplesmente me virei e afundei o rosto na água. Instintivamente, prendi a respiração. Uma vez que tenho os pulmões fortes, boiei durante um intervalo de tempo que pareceu uma eternidade. Quando meu ar acabou, virei o corpo de novo. Não consigo fazer isso. Mas os pensamentos sombrios persistiam. Quero ir embora daqui, quero desaparecer. Esvaziei os pulmões e me virei mais uma vez. Eu sabia que era capaz de segurar a respiração por pelo menos dez segundos, então comecei a contar: 10...,9...,8...,7...,6...,5...,4...3 Enquanto contava, uma imagem passou como um raio por minha mente: meu pai e minha mãe no meu túmulo, chorando. Vi meu irmão de 7 anos de idade, Aaron, em prantos. Estavam todos desconsolados, derramavam lágrimas, diziam que a culpa era deles, que deviam ter feito mais por mim. Não pude suportar a ideia de deixar que eles se sentissem responsáveis pelo resto da vida por minha morte. Estou sendo egoísta.

Nenhuma informação foi cadastrada até o momento.

Elias Marinho
19/09/2013 às 20:23
Santa Maria - DF

Ganhei este livro de minha amiga Roberta Saraiva em meu último aniversário  (Elias Marinho aniversaria em 11 de abril)


 

Para baixar ou visualizar o E-BOOK é necessário logar no site.
Clique aqui! para efetutar seu login.

 

Não tem uma conta?
Clique aqui e crie a sua agora!