carregando

Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns segundos...

 

Você está aqui Principal / Livros / O Sonho do Príncipe

O Sonho do Príncipe

Para usar as funcionalidades você precisa estar logado(a). Clique aqui para logar
Erro ao processar sua requisição, tente novamente em alguns minutos.
O Sonho do Príncipe

Livro Mediano - 1 opinião

  • Leram
    1
  • Lendo
    0
  • Vão ler
    2
  • Relendo
    0
  • Recomendam
    0

Autor: Fiodor Dostoiewsky

Editora: Clube do Livro

Assunto: Romance

Traduzido por: José Maria Machado

Páginas: 158

Ano de edição: 1984

Peso: 180 g

comentar
  • lido
  • lendo
  • vou-ler
  • re-lendo
  • recomendar
tenho
trocar
empresto
doar
aceito-doação
favorido
comprar
quero-ganhar

 

Mediano
Elias Marinho
11/09/2012 às 13:23
Santa Maria - DF
Valeu para conhecer o mestre Dostoieski e saber o que é um samovar, já que o autor é de uma importância gigantesca para a literatura mundial.
Certamente, virão outros livros melhores do autor. Quanto a este posso classificá-lo como um livro extremamente simples, sem grandes emoções e sem um final surpreendente com uma estória que retrata bem a sociedade russa da época do autor.

Marcio Mafra
18/01/2013 às 19:17
Brasília - DF

Uma pitoresca cidade russa, onde os costumes e boa fama estavam acima de qualquer coisa, recebe a visita de um príncipe que embora estivesse velho e decrépito ainda era um "príncipe" e que para a alegria das senhoras desocupadas e jovens donzelas em busca de um bom partido estava solteiro. Portanto, temos ai, um maravilhoso cenário para que o mestre Dostoiesvski possa desenvolver seu romance abordando o quanto o ser humano pode se tornar vil e pequeno quando se trata de seus interesses pessoais.

Marcio Mafra
18/01/2013 às 19:17
Brasília - DF

Houve um clamor unânime de protestos. Dizia-se que o Príncipe estava doido, que tinham enganado o velho, valendo-se da sua imbecilidade, que era um assalto, um ato de bandoleirismo, uma imoralidade, que era preciso salvá-lo da rapacidade da mãe e da filha, e que outras moças valiam tanto quanto Zina e tinham igual direito de casar-se com o Príncipe. Tudo isso era simples suposição, mas era mais do que o suficiente para ela, que estava certa da guerra sem quartel, que todas, absolutamente todas, lhe iriam declarar para faze-la fracassar. E começavam por disputar-lhe o Príncipe, de tal maneira que se via obrigada a rapta-lo à viva força. E se o conseguisse, não poderia rete-lo sempre a seu lado.


Nenhuma informação foi cadastrada até o momento.

Marcio Mafra
18/01/2013 às 19:17
Brasília - DF

Como sou um apaixonado por livros, sempre que vejo um sebo de rua procuro ver se há algum livro de meu interesse, numa dessas ocasiões, encontrei este de Dostoievski e como não havia lido ainda nenhum do mestre russo foi um ótimo achado.


 

Para baixar ou visualizar o E-BOOK é necessário logar no site.
Clique aqui! para efetutar seu login.

 

Não tem uma conta?
Clique aqui e crie a sua agora!