carregando

Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns segundos...

 

Bebel Que a Cidade Comeu

Para usar as funcionalidades você precisa estar logado(a). Clique aqui para logar
Erro ao processar sua requisição, tente novamente em alguns minutos.
Bebel Que a Cidade Comeu

Livro Ótimo - 2 opiniões

  • Leram
    2
  • Vão ler
    0
  • Abandonaram
    0
  • Recomendam
    0

Autor: Ignácio de Loyola Brandão

Editora: Global

Assunto: Erotismo

Traduzido por: Livro Editado em Português do Brasil

Páginas: 395

Ano de edição: 2001

Peso: 500 g

Avalie e comente
  • lido
  • lendo
  • re-lendo
  • recomendar
tenho
trocar
empresto
favorido
comprar
quero-ganhar

 


Ótimo
Marta Raquel Soares da Silva
27/04/2015 às 17:28
Gravataí - RS
Um bom livro. História interessante.

Ótimo
Marcio Mafra
04/10/2008 às 14:53
Brasília - DF


Bebeu Que a Cidade Comeu é um bom livro. Conta a história da bailarina que se suicidou. Tem passagens bem humoradas, outras cruéis, outras duras: O livro e a história são muito bons. O final é bem legal. 



Marcio Mafra
18/01/2013 às 19:17
Brasília - DF

A história do suicídio de uma bailarina, na década de 1960, de nome Bebel - que a cidade toda comeu.

Marcio Mafra
18/01/2013 às 19:17
Brasília - DF

Marcelo desligou o radio e começou a desabotoar a camisa. Tirou-a, tirou os sapatos e as meias, tirou a calça e a cueca, ficou pelado.

Dina encostou-se no banco.

- Deixa eu ver o seu, pediu. Ele virou-se de lado e mostrou. Mexeu um pouco.

- Não é muito grande, explicou. Tamanho salão. Serve bem......

....Uma noite eu quis me suicidar; peguei a gilete, sentei-me e comecei a escrever. A gilete me encheu de medo. Terminei dormindo, e quando acordei vi o caderno e a gilete, mas já não tinha vontade de morrer. Estava com dezesete anos; a vontade de morrer viera depois de uma aula de inglês, à noite no colégio. Regina dissera não.

"Não posso?" Somei outro não. Podia encher uma lata com eles.


Nenhuma informação foi cadastrada até o momento.

 

Receber nossos informativos

Siga-nos:

Baixe nosso aplicativo

Livronautas
Copyright © 2011-2018
Todos os direitos reservados.