carregando

Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns segundos...

 

André Laurentino

André Laurentino

Biografia


André Laurentino. 
Ele por ele mesmo.
No dia 25 de julho de 1972, um compromisso urgente me leva ao Recife: nasço. Volto a Olinda, de onde nunca mais saio a não ser para morar cinco anos em Fortaleza, ir ao cinema ou estudar na Escócia.
Aprendo a tomar chá, beber cerveja e comer sanduíche de pepino. Apesar desse luxo, sou filho de classe média-média. Meu pai foi bancário até se aposentar; e médico até seus sonhos adolescentes serem demitidos no dia em que entrou para o banco. Desde que nasci, minha mãe foi exclusivamente minha mãe. Que mais posso querer? Irmãos. Não tenho. Em lugar disso viajei à Escócia.
Aos 16 anos, sou feliz e professor de inglês. Acumulo outro emprego na Rádio Cidade. Na minha casa não há livros. Edvaldo me apresenta a Ed Mort no recreio do colégio. Um padre irlandês me apresenta a Graham Greene. Descubro outros sozinho. Aos 18, preencho o turno restante do dia: entro para a faculdade. Proponho trancar o curso e ficar em casa, lendo. Meu pai rejeita. Então largo os dois empregos e a faculdade para ser estagiário em agência de propaganda, de graça. Irrito meu pai. Não consigo vaga como redator e viro assistente de arte. Surgem os PCs. Sou promovido a Diretor de Arte Eletrônico, o que significa varar três noites por semana diagramando trezentas hiperofertas de supermercado.
Em 1993, outro castigo travestido de sucesso - venho para São Paulo. Três anos depois, paro de autocomiseração: vim porque quis. Faço as pazes com a cidade grosseira que me é gentil; dá casa, trabalho e amigos.
Em 2003, jogo para o alto dez anos de carreira em direção de arte para finalmente fazer o que sempre quis: escrever.
Em 2004, faço oficinas literárias e cursos com Davi Arrigucci Jr., Ferreira Gullar, Milton Hatoum, Raimundo Carrero e José Miguel Wisnik. Escrevo programas para o núcleo Guel Arraes da TV Globo ao lado de João e Adriana Falcão. Ganho uma coluna no Guia do jornal O Estado de S. Paulo. Publico um conto no Paralelos, outro na coletânea de minicontos do Marcelino Freire Os cem menores contos brasileiros do século, Ateliê Editorial, 2004 e outro na revista Ácaro. Escrevo para publicidade. Leio desenfreadamente, embora o tempo não volte por conta disso. Levo literatura a sério, mas tenho o cuidado de não me levar do mesmo modo.
Em 2005, publico A paixão de Amâncio Amaro,editora Agir. Assino contrato, ganho um editor e um código ISBN. Dou o braço a torcer e publico meu blog: andrelaurentino.blogspot.com.
Resumindo, consigo virar médico e mandar o banco às favas.

(transcrito do "portal literal"

Seu livro de estreia:

  • 1 - A Paixão de Amâncio Amaro
  • favorito
  • chato
  • excelente
  • desconheco

Livros de André Laurentino disponíveis no livronautas (1)


Capa Título do livro Assunto Conceito
A Paixão de Amâncio Amaro A Paixão de Amâncio Amaro Romance Excelente

 

Receber nossos informativos

Siga-nos:

Baixe nosso aplicativo

Livronautas
Copyright © 2011-2019
Todos os direitos reservados.